Espalhe por ai:

As Delegacias Especiais de Atendimento à Mulher (Deams), da Polícia Civil, localizadas nos bairros de Brotas e Periperi, com atuação em toda capital baiana, têm realizado operações para combater a violência doméstica, promovendo a prisão de agressores.

A Operação “Dama de Espadas”, deflagrada pela Deam/Periperi, no dia 30 de maio, foi executada por policiais do Serviço de Investigação (SI) da unidade e contou com o apoio de equipes do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom). Na ação foram realizadas diligências para cumprir mandados nos bairros da Ribeira, Uruguai, Pirajá, Plataforma, Itacaranha, Fazenda Coutos e Rio Sena.

Os mandados de prisão preventiva, cumpridos durante a operação, haviam sido decretados pelos crimes de ameaça e lesão corporal. Segundo a titular da Deam/Periperi, delegada Simone Moutinho, a operação seguirá em outros bairros. “Salientamos que a denúncia das mulheres que são vítimas dessas ameaças, e outros tipos de violência, é fundamental para o combate a estes crimes”, comentou a delegada.

Agressores presos

Além da operação, a equipe da unidade especializada de Periperi, ainda prendeu em flagrante os agressores Roschild Colônia Soares e Edivaldo dos Santos, que haviam sido denunciados por ameaçar suas respectivas ex-companheiras. Edivaldo, ainda foi indiciado por furto, pois arrombou a casa da vítima e levou todos os móveis e eletrodomésticos, em um caminhão de mudança. Ambos agressores já estão à disposição da Justiça.

Os investigadores da Deam/Brotas também cumpriram, na tarde de quarta-feira (6), um mandado de prisão preventiva contra o médico Thildo dos Santos Gama Júnior. Preso na Rua Princesa Isabel, no bairro da Barra, Thildo é acusado de descumprir uma medida protetiva deferida pela Justiça. No mesmo dia, ainda foi cumprido o mandado contra Sérgio Araújo Farias, acusado de lesão corporal e ameaça contra a companheira.

Espalhe por ai:

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Lei torna o casamento monogâmico em regra geral no Guiné

Espalhe por ai: O parlamento de Guiné alterou