Espalhe por ai:

Ministro Sérgio Moro lança mão de receita antiga e envia Força Nacional para conter ataques no Ceará. Secretário de Segurança Pública adianta, porém, que ideia é fortalecer os órgãos de segurança dos estados para que sejam autossuficientes

A primeira ação emergencial do governo de Jair Bolsonaro chega com arranjos antigos. A crise de segurança no Ceará levou ao envio de tropas da Força Nacional ao estado, após determinação do ministro da Justiça, Sérgio Moro, atendendo à demanda do governador Camilo Santana (PT). Em entrevista, ontem, Bolsonaro afirmou que “jamais faria oposição a um estado” e demonstrou solidariedade ao povo cearense.

“A questão do Ceará, pelo que tudo indica, agravou a situação. Desde ontem (quinta) à noite, conversando com o ministro Sérgio Moro, tratando desse assunto, ele foi muito hábil, rápido e eficaz para atender o estado, cujo governador reeleito é uma oposição radical à nossa”, afirmou Bolsonaro. “Nós jamais faremos oposição ao povo de qualquer estado. E o povo do Ceará precisa neste momento. As medidas já foram tomadas. Faltava, por parte do governo do Ceará, se enquadrar e, via ofício, informar da real necessidade da presença da força pela sua incapacidade de resolver o problema”, disparou.

Espalhe por ai:

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Justiça autoriza ida de Lula ao velório do neto em São Paulo

Espalhe por ai: Arthur Araújo Lula da Silva