Espalhe por ai:

O deputado federal Bacelar (Podemos-BA) reapresentou, nesta semana, o projeto de lei que regulamenta a profissão de salva-vidas. A proposta, de autoria do ex-deputado Cabo Daciolo (Patriota-RJ), chegou a ser aprovada em duas comissões, na Câmara, mas foi arquivada. Pelo texto, os profissionais deverão ter ensino médio, com direito ao adicional de insalubridade, em caso de exposição excessiva ao sol, e jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Segundo Bacelar, as condições enfrentadas pela categoria justificam a regulamentação da atividade.“ Entre os tumores malignos, 25% são diagnosticados na pele. O maior índice desse tipo de câncer atinge esses profissionais que ficam expostos ao sol. Além disso, os salva-vidas se colocam em risco permanentemente, nas praias, rios, lagos e represas. Precisamos aprovar logo esse projeto para valorizar o segmento”.

Espalhe por ai:

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Petrobras cancela patrocínio da Fórmula 1 na Globo por ordem de Bolsonaro #boato

Espalhe por ai: Boato – O presidente Jair