Espalhe por ai:

O deputado federal Bacelar (Podemos) mostrou-se indignado ao tomar conhecimento da Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, nesta terça (2), excluindo qualquer citação sobre as pessoas LGBT+ das politicas e diretrizes para a promoção dos direitos humanos.

“O presidente tenta com palavras mostrar que não é preconceituoso e que todos têm direitos iguais, no entanto, com ações e caneta na mão, revela que não se importa com o que pode acontecer à comunidade LGBT. Como excluí-los da proteção do Estado ou de serem também beneficiados por programas que promovam o seu desenvolvimento, enquanto cidadãos? Precisamos estar atentos para atitudes discriminatórias e de total desrespeito como essa. Algo que nos chama atenção para o ciclo que estamos começando a vivenciar. Oito secretarias nacionais não mencionam as pessoas LGBT+. Sem dúvida, teremos efeitos negativos, pois a MP da forma que foi publicada, está muito aberta às diversas interpretações. O que a comunidade precisa é exatamente o contrário, ações e políticas que inibam a LGBTfobia, por exemplo”, protestou Bacelar.

Leia também: BACELAR COBRA DADOS OFICIAIS SOBRE IDOSOS LGBTI

Espalhe por ai:

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Gravação misteriosa revela momento em que as armas ficaram em silêncio no final da Primeira Guerra Mundial

Espalhe por ai: Na décima primeira hora do